IBICT lança portal Ciência na Ditadura

06/05/2015 16:38

O Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict), em parceria com o Museu de Astronomia e Ciências Afins (Mast), está lançando o portal Ciência na Ditadura.

Ligado à pesquisa “Estudos Históricos sobre Informação e Vigilância no Brasil: de Castelo a Snowden”, coordenada por Ricardo Pimenta (Ibict) e com financiamento do CNPq, o portal conta com a atuação dos pesquisadores Alfredo Tiomno Tolmasquim (Mast), Ricardo Pimenta (Ibict), Gilda Olinto (Ibict), Daniela Sophie (Mast) e Camila do Vale (UFRRJ e Mast).

Ciência na Ditadura tem como objetivo fazer o levantamento dos cientistas, pesquisadores e professores universitários perseguidos ou que tiveram suas carreiras acadêmicas prejudicadas em função das práticas de vigilância seguidas de perseguições durante a ditadura militar.

O portal leva em consideração pesquisadores e professores, alunos de pós-graduação vinculados à universidade e/ou aos centros de pesquisa, com publicações, participações em associações científicas, vítimas da ditadura. Para cada cientista está sendo elaborado um verbete com informações sobre as violências sofridas e/ou prejuízos na carreira.

A ideia do portal é, além de apresentar um número significativo de verbetes já realizados, incentivar a produção de verbetes por meio colaborativo.

Para contribuir com o Ciência na Ditadura, basta acessar o portal.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!